sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Deputados mandam dizer a Moro que podem rejeitar todo o 'pacote anticrime'



A insistência do ministro Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, em forçar a aprovação da prisão em 2ª instância está provocando reações negativas entre os deputados.

A consequência pode ser a rejeição de todo o "pacote anticrime" apresentado pelo ministro.

A jornalista Mônica Bergamo informa em sua coluna na Folha de S.Paulo que o ministro da Justiça, Sergio Moro, foi alertado por seus interlocutores na Câmara dos Deputados de que a insistência em aprovar a proposta de prisão depois de condenação em segunda instância no projeto anticrime pode levar a maioria dos parlamentares a rejeitar todo o pacote.  

Até mesmo do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, considera que a alteração da regra só poderia ser feita por meio de emenda constitucional.

Moro, entretanto, segue indiferente aos alertas. Ele acha que a defesa da prisão após condenação em segunda instância será benéfica à sua imagem perante a opinião pública e que os deputados é que ficarão mal posicionados.

Nesta quinta-feira (3), o governo Blsonaro lançou uma campanha publicitária para divulgar as medidas do "projeto anticrime".