terça-feira, 10 de setembro de 2019

CRUELDADE EM LUIZIANA: Homem abre barriga de cachorra com estilete e sem anestesia

Polícia Militar fez a detenção do suspeito – Foto: Divulgação

Um ato de extrema crueldade contra animal foi registrada nesta segunda-feira, em Luiziana. O dono de um bar, no centro da cidade, foi detido pela Polícia Militar, acusado de castrar uma cachorra usando um estilete e sem anestesia. Ele ainda teria costurado o corte com uma linha de pescaria.

Após isso, ele ainda abandonou a cachorra na rua. O caso foi denunciado pelo veterinário do município de Luiziana, acompanhado de duas testemunhas.

Segundo o veterinário Vitor Hugo Spilka, o animal estava perambulando pelas ruas e perdendo muito sangue, quando foi encontrado por um morador que prestou ajuda. “Não podemos mais permitir que esse tipo de ato aconteça, maus tratos a animais é crime e queremos justiça”, disse o veterinário.

A testemunha contou que a cachorra estava muito debilitada. O caso aconteceu na semana passada, mas somente hoje chegou ao conhecimento do veterinário da prefeitura, que denunciou o caso.


A Policia Militar foi ao local e encontrou o animal ainda com parte da barriga aberta. Segundo o veterinário, será necessário uma cirurgia para que ela receba os pontos e os devidos cuidados.

Uma outra pessoa teria participado do ato de crueldade, segundo a testemunha. O dono do bar foi encaminhado para a delegacia de Campo Mourão. 
(Com informações Luiziana Notícias)