quarta-feira, 24 de julho de 2019

BARBOSA FERRAZ: Promotor de Justiça e Conselho de Segurança falam sobre instalação de câmeras na cidade



O promotor de Justiça da comarca de Barbosa Ferraz, Drº Daniel Rodrigues Brandão, acompanhado da Presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Barbosa Ferraz, professor Silvia Machado, além do professor Moacir, também membro do conselho, estiveram ontem, terça-feira (23), na rádio Pé Vermelho FM, onde concederam entrevista falando sobre a instalação de câmeras de monitoramento na cidade.


De acordo com informações do promotor, já existem câmeras instaladas em alguns pontos da cidade, como na região da Rua Rio Grande do Sul, eixo de ligação entre municípios da região.

Durante a entrevista o promotor disse da dificuldade para conseguir montar o sistema na cidade, mas que com o apoio de diversas entidades no município, como as doações feitas pelas igrejas católicas, com parte da renda das festas revertidas para o conselho de segurança, além do apoio de empresários da cidade, fez com que a ideia se tornasse realidade.

O representante do MPPR ainda mostrou preocupação com informações sobre vandalismo e relatou que caso isso ocorra, que as imagens ficaram salvas, além de contar com o apoio da comunidade de bem, que pode fazer parte do conselho e ajudar os órgãos de segurança na melhoria do trabalho oferecido a sociedade, já que a segurança pública é obrigação do estado, mas é um dever de todos. Dr. Daniel ressaltou ainda que as câmeras estão sendo instaladas e as que já estão ativas servirão para coibir ações ilícitas e não constranger o cidadão de bem, que deverá se sentir mais seguro sabendo que a cidade, em relação ao cuidado com a segurança pública, está sendo monitorada, impedindo possíveis crimes.

As câmeras estão instaladas em pontos estratégicos, com estatísticas apontadas pela polícia em pontos vulneráveis, para melhor análise de irregularidades, ajudar no trabalho policial, trazendo segurança as pessoas de bem.

Na sua fala a presidente do Conselho, professora Silvia Machado, comentou que o Conselho de Segurança existe desde 1989, que desde então ela faz parte da entidade. De acordo com Silvia são muitos pontos de monitoramento e pontos estratégicos e acompanhados em tempo real pela Polícia. As imagens também ficam armazenadas. Silvia lembrou que a instalação dos equipamentos era um sonho antigo que se realiza agora. Fez questão de destacar a contribuição das igrejas Santa Rita de Cássia e Nossa Senhora das Graças, com o Conselho de Segurança, além de empresários e outros órgãos públicos que auxiliaram na instalação dos equipamentos. Segundo Silvia, as câmeras filmam zoom de até 1.500 metros em ângulo de 360 graus, com imagem nítida.

Ao final o promotor comentou que a instalação e monitoramento deve diminuir o índice de delitos cometidos na cidade, até por conta do exemplo já ocorrido em outras cidades que tiveram essa diminuição, auxiliando num curto prazo o trabalho da polícia, ministério público e judiciário, no combate ao crime. Ainda sobre a questão do trânsito, o promotor disse que esse é um problema, mas que o sistema irá servir para observar condutores que venham a cometer ilegalidades. Ao final o promotor se colocou à disposição da comunidade da comarca.

Silvia Machado falou ao final sobre uma audiência, que deve ocorrer em breve, com o secretário de segurança pública do Estado, em Curitiba, parar tratar das demandas do município de Barbosa Ferraz. O professor Moacir, que faz parte do Conselho, agradeceu o apoio de todos.