terça-feira, 11 de junho de 2019

Congresso se mobiliza para agir sobre a “vaza jato”



Bancadas do Centrão e da esquerda se mobilizam no Congresso Nacional para atingir pelo menos três objetivos imediatos: 1) a convocação do ministro da Justiça, Sergio Moro; 2) a criação de uma CPI da Lava Jato – já apelidada de CPI da Vaza Jato; 3) a volta à tramitação do projeto que coíbe abusos de autoridade; e 4) o sepultamento do projeto anticrime apresentado pelo governo Bolsonaro e de autoria do ex-juiz da 13.ª Vara Criminal de Curitiba.

São, até agora, as principais reações no âmbito político ao vazamento de supostos diálogos travados por meio de aplicativos entre Moro e procuradores do Ministério Público que integram a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Celulares hackeados do juiz e dos procuradores continham supostas combinações entre eles para influir no processo das eleições presidenciais do ano passado. O site Intercept Brasil recebeu as transcrições do conteúdo e as publicou neste fim de semana.

O deputado federal paranaense Ricardo Barros (PP), um dos membros atuantes da bancada do Centrão, deu entrevista em Curitiba esta tarde (10) e antecipou possíveis encaminhamentos que serão dados pelo Congresso em relação ao caso.