segunda-feira, 20 de maio de 2019

BARBOSA FERRAZ - PM é chamada mais uma vez para conter mulher que já foi presa por disparos de arma de fogo

Acusada usa tornozeleira eletrônica

A mesma mulher, de 36 anos, que no dia 02 de novembro do ano passado acabou presa após surtar e efetuar diversos disparos de arma de fogo na região do Santuário Santa Rita de Cássia, em Barbosa Ferraz, mais uma vez acabou criando problemas na madrugada desta segunda-feira (20).


O caso envolve uma situação onde ela, anteriormente, já havia criado diversos problemas com o ex-amásio, um homem de 40 anos, que está separado dela desde o ano passado, mas pelo jeito ela não aceita o fim do relacionamento. Em 2018 além de disparar com um revólver em via pública, ela foi para a casa do ex, na região da Amiagro, e mais uma vez teria tentado contra o homem, que conseguiu escapar e ela acabou presa e a arma apreendida.

Nesta madrugada ela foi até a casa do ex e novamente fez diversas ameaças, a Polícia Militar foi ao local, mas o homem preferiu não representar contra ela naquele momento e a mulher foi retirada do local.

Em virtude das situações anteriores envolvendo a acusada, a justiça concedeu a liberdade condicional e ela está usando uma tornozeleira eletrônica, sendo que ela não poderia estar na rua naquele horário e muito menos se envolver em confusão. O caso foi registrado e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Barbosa Ferraz, que deve remeter ao Fórum da comarca, para que providências judiciais sejam adotadas em relação ao descumprimento das medidas cautelares.

Prisão em novembro de 2018

Mulher é presa em Barbosa Ferraz após surtar e efetuar vários disparos de arma de fogo

O caso aconteceu pouco antes das 22 horas desta sexta-feira (2), quando uma mulher efetuou vários disparos de arma de fogo, em frente a uma lanchonete, próximo do Santuário Santa Rita de Cássia, em Barbosa Ferraz.

Moradores da região se assustaram a verem uma mulher no meio da rua, segurando um revólver, atirando a esmo. A acusado dos disparos seria conhecida por "V".

A Polícia Militar foi avisada e quando chegou no local a mulher já estava na Rua Tabajaras, na região do Ginásio de Esportes Arnaldo Coneglian. Ela efetuou mais disparos quando chegou na casa de seu ex-namorado, que conseguiu escapar. Os policiais conseguiram prender a mulher ainda na casa e localizar a arma de fogo, um revólver calibre 32 que tinha quatro munições deflagradas no tambor. A acusada ainda confirmou os tiros em frente ao Santuário Santa Rita e disse que jogou as capsulas vazias e recarregou a arma para vir atrás do ex.

A arma, a mulher presa e a vítima, ex-namorado da mulher, foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Barbosa Ferraz.