terça-feira, 16 de abril de 2019

REGIÃO DE MARINGÁ - Justiça afasta duas professoras suspeitas de maus-tratos a crianças

(FOTO: REPRODUÇÃO/RICTV PR)

Duas professoras que trabalham em um Centro Municipal Infantil (CMEI), em Munhoz de Mello, no noroeste do Paraná, foram afastadas por suspeita de maus-tratos a crianças. As denúncias partiram dos pais de quatro alunos, que alegaram que seus filhos, entre 3 e 4 anos, foram vítimas das mulheres.

O caso chegou ao Ministério Público de Santa Fé, que ofereceu a denúncia.
Denúncia foi realizada em novembro.

Apesar das professoras serem afastadas somente na última semana, as denúncias foram realizadas pelos pais em novembro, do ano passado. O caso corre em segredo de justiça. De acordo com o promotor de justiça, Raphael da Silva, os pais denunciaram junto a órgãos de proteção a criança.

“As crianças foram ouvidas, mas não ouvidas diretamente pela promotoria. Foram através de profissionais especializados, que aí foi feita a escuta qualificada. Elas relataram alguns episódios de maus-tratos, de excessos de algumas professoras que abusavam do poder corretivo e aí em algumas oportunidades chegavam até a lesionar as crianças”, relata o promotor.

Professoras lecionam na escola há mais de 10 anos

As professoras, que de acordo com a denúncia estariam tentando disciplinar as crianças de maneira irregular, possuem 43 e 52 anos de idade. Ambas lecionam no CMEI há mais de 10 anos e estão afastadas de forma cautelar.

Segundo a secretária de educação do município, Rosângela de Souza, foi aberta sindicância para averiguar os fatos e o órgão está trabalhando para colaborar com o caso. Por conhecer as professoras, Rosângela confessa ter sido surpreendida com as denúncias. “A gente já conhece as professoras há muitos anos, nos pegou de surpresa”, conta.

O Ministério Público está investigando a possibilidade de haver outras crianças que possam ter sido vítimas no mesmo CMEI.

(Com inf. da Ricmais)