terça-feira, 16 de abril de 2019

Moradora de Fênix, grávida, disse ter sido estuprada por homem de Quinta do Sol



A vítima, uma jovem de 20 anos, grávida de quatro meses, que mora na Vila Verde, em Fênix, disse que foi para a cidade de Quinta do Sol na noite deste último domingo (14), na companhia de outras duas pessoas, de 22 e 26 anos, moradoras também de Fênix e que após a vítima discutir com o namorador resolveu ir embora, já por volta das 02h30min da madrugada desta segunda-feira (15).


Já na Rodoviária da cidade, com a intenção de conseguir uma carona, um rapaz, aparentando ter entre 23 e 26 anos de idade, se aproximou do grupo e ofereceu fazer a viagem pelo valor de R$20,00, o que foi aceito pela vítima e pelas outras testemunhas.

O acusado, que estava em uma moto de cor escura, colocou a vítima na garupa e seguiu sentido Fênix, mas antes de chegar à ponte do Rio Rural, em uma entrada antes 200 metros da ponte, entrou e parou a moto ao lado de uma plantação de milho, arrastando a vítima pelo cabelo, e mesmo ela dizendo que estava grávida, ele a jogou no chão, no meio da plantação, arrancou sua roupa e teria praticado o estupro, causando lesões no pescoço, onde ele a segurou.

A vítima, que conversou diretamente com nossa reportagem, horas após o crime, chorava bastante e disse que o acusado falava que faria o que quisesse com ela, apertando seu pescoço e dizendo para que ela ficasse quieta, pois seria pior pra ela.

Em seguida o acusado obrigou a jovem a subir na moto e a deixou na rodovia entre Quinta do Sol e Fênix. Antes de deixar a jovem o acusado ainda teria dito que faria o mesmo com as outras que ficaram aguardando ele em Quinta do Sol. Ele ainda teria filmado partes do estupro com um celular.

Uma das testemunhas disse já ter visto o acusado na cidade de Fênix e seria magro, branco e alto, cerca de 1,80.

Orientada, uma das testemunhas disse que iria levar a vítima para o Hospital da cidade de Fênix e em seguida iriam procurar a polícia para registrar o caso.