sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Vigilância Sanitária de Barbosa Ferraz apreendeu vários produtos impróprios para o consumo em Ourilândia

por Claudiney rato, às 15h26min | 30/11/2018


A Vigilância Sanitária de Barbosa Ferraz, durante fiscalização de rotina, aprendeu diversos produtos com prazo de validade vencido e que poderiam trazer problemas para a saúde dos consumidores. O caso foi registrado ontem, quinta-feira (29), por volta das 14h, no Distrito de Ourilândia.


A equipe da vigilância (composta pelos agentes Leandro Melo e Jair Estevan) foi até Ourilândia e abordaram uma mercearia que fica localizada na região da praça central da localidade. Ali foram constatados diversos produtos com prazos de validade vencidos, ou em condições inadequadas para o consumo humano.

Foram apreendidos 04 (quatro) unidades de mortadela; 07 (sete) unidades de ervilha e cenoura em conserva; 01 (uma) unidade de palmito; 02 (duas) unidades de leite ninho; 01 (uma) unidade de ameixas secas; 02 (duas) unidades de carne bovina salgada e 02 (duas) unidades de azeitonas verdes. Também foram apreendidos outros produtos de feira, que apresentavam mau cheiro.

Em contato com o agente Leandro Melo ele disse que este tipo de ação deverá ser uma constante no município, tanto na cidade como nos bairros rurais onde existam atividade comercial e a fiscalização deve continuar para evitar que a população consuma produtos que venham a causar problemas graves de saúde. Melo disse ainda que a Vigilância Sanitária está a disposição da população para receber denúncias e realizar as devidas fiscalizações, que como neste caso o empresário responsável é notificado por escrito e em caso de reincidência, pode ter até mesmo o alvará de funcionamento suspenso.

Ainda segundo Melo, os comerciantes quando flagrados em situações como essa são orientados quanto aos riscos de repassar aos clientes produtos fora do prazo de validade, que podem trazer consequências graves para a saúde das pessoas e o próprio empresário, ao final, acabará respondendo criminalmente por isso.

Os produtos apreendidos foram levados para a Vigilância Sanitária, para depois serem descartados de forma correta.