quinta-feira, 15 de março de 2018

Advogado denunciado por falsificação de documento em processo é suspenso do exercício profissional



Um advogado de Paranacity, no Noroeste paranaense, foi suspenso cautelarmente do exercício profissional pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca. O réu foi denunciado pela Promotoria de Justiça local por haver falsificado um documento no processo de uma cliente, com o objetivo de favorecê-la na causa pleiteada.

O advogado já havia sido condenado em ações penais de 2012 e 2015, por estelionato e apropriação indébita. Além disso, responde a cinco outras ações criminais – por apropriação indébita, receptação, falsidade ideológica e patrocínio infiel (quando o advogado trai o dever profissional em prejuízo do próprio cliente).

Além da suspensão cautelar já determinada pela Justiça, o MPPR requer, no julgamento da denúncia, a condenação do réu por falsificação de documento público e uso de documento falso, em concurso de pessoas e em concurso material, com a circunstância agravante de violação de dever inerente a sua profissão.