segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Homem é condenado à prisão por resistir à prisão, agredir e atirar contra policial militar



Em terra Rica, Noroeste do estado, o Tribunal do Júri condenou um homem a nove anos e dois meses de prisão em regime fechado por tentativa de homicídio, lesão corporal e resistência contra um policial militar. Os crimes ocorreram na cidade de Guairaçá, que integra a comarca, em 24 de novembro do ano passado. O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Terra Rica, atuou na acusação.

Segundo a denúncia criminal do MPPR, o réu teria desacatado o policial, que, por este fato, lhe deu voz de prisão. O homem resistiu, agrediu o PM, tomou sua arma e atirou diversas vezes – colocando inclusive outras pessoas em risco, pois a situação aconteceu em uma praça central de Guairaçá. Um dos tiros chegou a atingir a porta de entrada da igreja matriz do município.

O réu já se encontrava preso preventivamente na cadeia pública da cidade, permanecendo preso ao fim do julgamento – não foi oferecida a possibilidade de recorrer em liberdade